Fatos & Fotos – 14/01/2021

“Laocoonte e seus filhos”.

No dia de hoje em 14 de janeiro de 1506, foi descoberta em Roma, em um vinhedo de um tal de Felice de Fredis, nos arredores da Basílica de Santa Maria Maggiore, colina no centro de Roma perto da Domus Aurea de Nero a famosa escultura, obra coletiva deo artistas: Agesandro, Atenodoro de Rodes e Polydorus de Rhodes. A obra representa o espisódio narrado na Eneida onde o sacerdote troiano Laocoonte e seus filhos são atacados por serpentes marinhas.
O grupo Laocoonte é composto pelo sacerdote de Apolo e pelos seus dois filhos, Antifante e Timbreo, no momento em que são estrangulados pelas serpentes de nomes Porchis e Caroboia. Quando foi encontrada, faltava o braço direito (que só foi achado em 1900), portanto era impossível dizer qual a posição deste membro.
A obra se encontra no Museu Pio-Clementino, nos Museus do Vaticano.


Trump já concedeu 94 perdões ou comutações de pena. Desses 94, ao menos 86 dos beneficiados tinham algum tipo de conexão política ou pessoal com o presidente.


Ministério da Saúde ignorou recomendação de trazer seringas por avião e trouxe por navio.
A secretaria executiva do ministério, controlada pelo oficial do Exército Élcio Franco, ignorou o alerta e optou que a entrega fosse feita por via marítima, mesmo cientes das diferenças quanto ao tempo de entrega.


Joseph Wright
Landscape with a Rainbow, 1794


Trump piando fininho desde que a possibilidade de ir em cana se materializou no horizonte, comprovando aquela história: cretinos assim só se criam porque as instituições fazem questão de permitir. Se a lei operasse como deve, esses fascistóides não saíam de dentro do quarto.


A verdade é que Bolsonaro conseguiu neutralizar todas as notícias e fatos sobre a corrupção da família e dele mesmo nas esferas do MP estadual e MPF, PF e PC do Rio.
A impressão que passam pelos telejornais é que a familícia é limpinha. E segue-se o golpe.



Foto do dia Helmut Newton


ONG global de Direitos Humanos acusa Bolsonaro: sabota combate ao coronavírus, incentiva violência policial e queimadas


Toyota Concept-i


Pintura de Gari Melchers
Young Woman Sewing, 1919


Segundo a capa da Revista Veja, em dezembro, 2021 será o “ano da virada” da economia no Brasil. A capa traz a foto gloriosoa do Ministro Paulo Guedes. Vaticínio ou agouro? Ou tudo junto e misturado pelo “chef” Cloriquina?
General Mills anuncia fechamento de fábrica da Yoki no Brasil: é a terceira empresa dos EUA em uma semana
Depois da Ford e Forever21, agora é a vez da General Mills. A empresa dos EUA anunciou o fechamento de sua fábrica no Rio Grande do Sul. A General Mills, com sede em Minnesota, é uma das 10 maiores empresas de alimentos do mundo.


Grafitti – Banksy


Ivan Shishkin – Pine forest, 1895

A falta do que fazer que assola o governo

O Governo da República só tem uma ocupação: servir à estupidez, à vaidade e aos planos de perpetuação de Jair Bolsonaro no poder.

Sua principal atividade, hoje, é ir à praia aglomerar, confraternizar com seus eleitores no “cercadinho” do Alvorada, comer um cachorro quente no “Dogão da Ponte” JK, catar qualquer convite de festas de formatura de oficiais, suboficiais, sargentos, cabos e soldados, dar tchauzinho a motoristas em postos da Polícia Rodoviária Federal.

Ah, sim: há também a tarefa de fazer propaganda antivacina, a missão de arranjar encrenca com Joe Biden, elogiando Trump e o baderneiros do Capitólio, cuidar de liberar mais armas, de criar um arcabouço legal para tirar autoridade dos governadores sobre a PM e esperar a instalação do caos sanitário e social antes de tratar de algum suporte aos milhões que estão em dificuldades e ficarão em desespero.

É preciso não esquecer de alguns telefonemas: ao almirante da Anvisa para garantir que a provação da Coronavac se arraste e ao Ministro da Justiça para gastar tempo com uma “investigação” sobre os dois jornalistas que sugeriram que o presidente se suicidasse, logo ele que sugeriu que se matassem “uns 30 mil”…

E assim, sob a ínclita nulidade presidencial, sob a modorra do STF e no desengonçado balançar da “neo-oposição” legislativa, vamos tocando o país ao precipício, completamente inerte diante de uma tragédia, de uma fatalidade que, afinal, não é culpa senão da imprensa e do vírus.

Bolsonaro, depois de Temer, vai comprovando aquela frase triste, a de que nada está tão ruim que não se possa piorar.

Fernando Brito

Ministério da Saúde ignorou recomendação de trazer seringas por avião e trouxe por navio

Secretaria Executiva da pasta, comandada pelo oficial do Exército Élcio Franco, ignorou o alerta feito por parecer dos técnicos da Pasta e optou pela entrega da seringas por navio, em vez de avião.

O Ministério da Saúde não seguiu as orientações de técnicos da própria Pasta sobre a necessidade do Brasil adquirir seringas com entrega por frete aéreo para assegurar os insumos necessários à vacinação contra a Covid-19. A secretaria executiva do ministério, controlada pelo oficial do Exército Élcio Franco, ignorou o alerta e optou que a entrega fosse feita por via marítima, “mesmo cientes das diferenças quanto ao tempo de entrega”. Nesta quarta-feira (13), o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello informou ao Supremo Tribunal Federal (STF) que o Brasil não possui seringas suficientes para iniciar a vacinação.

Segundo reportagem do jornal O Globo a previsão é que as primeiras seringas entregues por via marítima, de 1,9 milhão de unidades, chegassem no dia 25 de janeiro. Um segundo lote seria entregue somente em março. Caso o material fosse transportado por via aérea, 20 milhões de seringas teriam sido entregues em dezembro do ano passado. O alerta sobre a diferença nos prazos foi comunicado  pela Organização Panamericana da Saúde (Opas) ao Departamento de Imunização e Doenças Transmissíveis do ministério, em setembro de 2020. 

‘”[…] Os fornecedores cotados poderão iniciar as entregas de 20 milhões de unidades em dezembro de 2020, 17.256 milhões de unidades em janeiro de 2021 e 2.744 milhões de unidades em fevereiro de 2021 no valor total de US$ 4.679.406,76 (quatro milhões, seiscentos e setenta e nove mil, quatrocentos e seis dólares e setenta e seis centavos), já inclusos preços de produto, frete, seguro e taxa administrativa da Organização. Isto posto, este Departamento se posiciona favorável à continuidade desta aquisição, considerando o risco de não entrega das seringas pelo mercado nacional até dezembro 2020″’, destaca um trecho do documento, segundo a reportagem.

Charles Baudelaire – Poesia

Boa noite
Albatroz
Charles Baudelaire

Há marujos que, por desfastio frequente,
Caçam albatrozes, grandes aves do mar
Seguindo, companheiros da rota indolente,
O navio sobre o abismo a navegar.
Canhestros e embaraçados, esses reis
Do alto azul, mal os põem nos sobrados,
Deixam as asas, qual lasso bote a remos,
Arrastar-se, brancas e imensas nos lados.
O viageiro aéreo, agora mole, tísico,
Ave antes tão bela, que ridícula e feia!
Há quem, com o cachimbo, lhe arranhe o bico,
Há quem lhe imite o voo enfermo que coxeia.
O poeta é igual ao príncipe que afronta
As nuvens e a tormenta, e se ri da caçada;
Exilado no solo entre a arruaça tonta,
As asas de gigante impedem-lhe a passada.

Pintura de Christian Schloe

 

 

 

 

Fatos & Fotos – 13/01/2021

O Fotógrafo Alexander Khimushin passa 6 meses viajando sozinho para fotografar povos indígenas da Sibéria. Foram milhares de registros de mais de 40 etnias.

Os frutos da jornada de um homem usando a fotografia para imortalizar culturas remotas pelo mundo.


As primeiras doses das vacinas contra a covid serão destinadas às ‘prioridades’. Como num primeiro momento não haverá doses suficientes para atender todas as ‘prioridades’, será necessário estabelecer as ‘prioridades’ das ‘prioridades’. É aí que mora o perigo.


Design – Anel


Olha aí, pijama incompetente. Sorte sua que você já se escafedeu de Manaus. Se bem que eu não acredito que essa sanção seja aplicda aos bundões.
“Governo do Amazonas aprova lei que prevê multas para quem divulgar notícias falsas sobre a pandemia


Ernesto Araújo – Ministro das Alucinações Exteriores de Southern Banânia – tira férias para não ir à posse de Biden. Hahahahaha. As Bolsas De Tóquio, NY, e Xangai fecharam por causa da relevância dessa notícia. Hahahahaha.


A fotografia desconcertante de Chema Madoz


Cores da Índia


Vacinas e automóveis: ou temos os nossos ou não temos nenhum.
O mais confuso do Bolsonaro é o fato dele falar verdades a serviço de mentiras. É inacreditável. Há de ser algum tipo de plano muito bem executado. Ninguém pode ser tão estúpido assim e chegar onde chegou.
A Coreia, quando começou a produzir automóveis, era um país muito atrasado industrialmente frente ao Brasil. Idem a Índia em matéria de indústria farmacêutica. O mercado interno serviu-lhes de plataforma de exportação mundial.
O nosso projeto, porém, é despejar minério de ferro e soja nos porões de navios, por esteiras rolantes.


Li, e espero que não seja verdade, que o Ronaldo Caiado sancionou lei que proíbe a obrigatoriedade da vacina contra a covid-19 no estado de Goiás. Isso, no dia em que morre, da mesma doença, o prefeito da capital, Maguito Vilela.
Adjetivos? Além de francamente ilegal, esse decreto é um escárnio.



Cumaéquié? Paulo Jegues Guedes quer quer os chineses assumam as fábricas da Ford aqui em “Southern Banânia”? E o que é que o Ministro das Alucinações Exteriores, Arnesto Lambe-rabo do Orvalho de Cavalo Araujo está achando disso tudo? Ele “subirá nas tamancas” ao saber que ficaremos mais expostos ao demônio comunista! Hahahaha
Esse arremedo de país é do carvalho!


Foto do dia – Flickr


Pintura de Inos Corradin
Marinha ao luar com casa branca, 2007


Especialistas são unânimes ao prever catástrofe econômica e social causada pela extinção do benefício pelo governo Bolsonaro. Bancadas do Partido dos Trabalhadores no Congresso Nacional lutam pela manutenção do auxílio enquanto perdurarem os impactos da pandemia do coronavírus.


A Ford e Olívio Dutra, o profeta. Lembro muito bem. Vinte anos se passaram desde que o então governador Olívio Dutra (PT), atacado pelos adversários por “ter mandado a Ford embora” – os baianos correram a abrir os cofres para a montadora – fez uma espécie de profecia (sem estudos técnicos, naturalmente): “Essa empresa quer incentivos fiscais que as nossas não têm. O dia que achar que o Brasil não serve mais, vai embora e não dá nem tchau”. A saída da Ford do Brasil (levando no bagageiro R$20 bilhões em subsídios) traz à tona questões ignoradas por sucessivos governos que aceitam o atraso tecnológico das montadoras, e desprezam o aparecimento de uma cultura que já não idolatra o carro como antes.


 

Ministério da Saúde pressiona Manaus a usar cloroquina contra COVID-19

Método chamado de ‘tratamento precoce’ não é recomendado pela Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI)

Medicamentos sem comprovação científica, como ivermectina cloroquina, estão sendo indicados pelo Ministério da Saúde para o chamado “tratamento precoce” contra o novo coronavírus, mesmo com a Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI) contestando esse tipo de tratamento. A Prefeitura de Manaus, capital do Amazonas, foi quem recebeu a “indicação”.

A informação é da Folha de São Paulo. A pasta ainda pediu autorização para fiscalizar as Unidades Básicas de Saúde como forma de “encorajar” esse tipo de tratamento.

A ideia da visita, que seria iniciada nesta segunda-feira (12/01), é de “que seja difundido e adotado o tratamento precoce como forma de diminuir o número de internamentos e óbitos decorrentes da doença”.
“Aproveitamos a oportunidade para ressaltar a comprovação científica sobre o papel das medicações antivirais orientadas pelo Ministério da Saúde, tornando, dessa forma, inadmissível, diante da gravidade da situação de saúde em Manaus a não adoção da referida orientação”, continua documento enviado à Prefeitura de Manaus, mesmo sem comprovação de autoridades científicas.
Segundo dados divulgados nessa segunda-feira (11/01) pelo Ministério da Saúde, o Brasil tem 8,13 milhões de casos de COVID-19, com 203,5 mil mortes.