William Ernest Henley – Poesia


Invictus
William Ernest HenleyAtis Jakobsons, Charcoal on paper, 2014,Blog do Mesquita,Artes Plásticas,Pinturas.jpg

Dentro da noite que me rodeia
Negra como um poço de lado a lado
Agradeço aos deuses que existem
por minha alma indomável

Sob as garras cruéis das circunstâncias
eu não tremo e nem me desespero
Sob os duros golpes do acaso
Minha cabeça sangra, mas continua erguida

Mais além deste lugar de lágrimas e ira,
Jazem os horrores da sombra.
Mas a ameaça dos anos,
Me encontra e me encontrará, sem medo.

Não importa quão estreito o portão
Quão repleta de castigo a sentença,
Eu sou o senhor de meu destino
Eu sou o capitão de minha alma.


Você pode se interessar também sobre: Edouard Vuillard – Pintura


Pintura: Atis Jakobsons, Carvão sobre papel, 2014

Postado na categoria: Artes Plásticas, Literatura, Poesia - Palavras chave: , ,

Leia também:

Artes Plásticas - Grafites
Artes Plásticas - Grafites

November 30, 2018, 10:27 am
Viena: Um Século de Revolução na Arte

Viena lembra centenário de uma era de transformação Detalhe de "O beijo", pintura de Gustav Klimt Capital austríaca recorda cem anos da morte de Gustav Klimt, Egon Schiele, Koloman Moser...

January 25, 2018, 11:30 am
Renoir - Arte - Pinturas - 10/07/2017

Pierre August Renoir - Óleo sobre tela - 65 x 54 cm Natureza morta com melão e vaso de flores, 1872 [ad name="Retangulo - Anuncios - Duplo"]

July 10, 2017, 10:00 am
Hans Thomas - Pintura
Hans Thomas - Pintura

November 18, 2018, 10:55 am
Arte - Pinturas Clássicas

Frans Pourbus, o jovem Princesa Isabella Clara Eugenia, detalhes

October 26, 2017, 10:40 am
Tullio Garbari - Artes Plásticas
Tullio Garbari - Artes Plásticas

April 17, 2019, 11:35 am