• mqt_for@hotmail.com
  • Brasil

Antônio Emírio socializa o prejuízo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Brasil: da série “quem te viu e quem te vê!”

Olhe só as voltas que o mundo dá. O impoluto, liberal e impávido Antônio Ermírio de Moraes, que sempre se achou o último bastião do empreendedorismo e crítico ferrenho, algumas vezes até teatralmente, do Estado, agora dá com as alquebradas contas e com as “quebradas” costas, às portas do papai Lula.

Quem vociferou contra o paternalismo Estatal até em, digamos assim, peças teatrais, quem criticava os bancos destinando-lhes as profundas dos infernos, findou por fundar um banco, o Banco Votorantim, foi um dos que arriscaram bilhões no cassino financeiro das bolsas de valores, pendura-se agora nas generosas têtas do Banco do Brasil.

Agora, você, eu, “nosotros” , prá pagarmos as nossas continhas do dia-a-dia…

Argh!

Votorantim não é mais o mesmo

A crise financeira não deixa de ser reveladora. Depois de perder R$ 2,2 bilhões com operações em derivativos e outros milhões com prejuízos da Aracruz, da qual é um dos sócios, o tradicional grupo paulista bate às portas do Banco do Brasil em busca de ajuda. Se a operação de venda de 49% do capital do Banco Votorantim for concluída, os Ermírio de Moraes conseguirão tapar um bom pedaço desse rombo financeiro.

Curioso, é

O empresário Antônio Ermírio de Morais passou a vida criticando quem faz da Viúva meio de vida. Agora recorre ao BB para salvar seu banco.

coluna Claudio Humberto

José Mesquita

José Mesquita

Pintor, escultor, gravador e "designer". Bacharel em administração e bacharel em Direito. Pós-graduado em Direito Constitucional. Participou de mais de 150 exposições, individuais e coletivas, no Brasil e no exterior. Criador e primeiro curador do Prêmio CDL de Artes Plásticas da Câmara de Dirigentes Lojista de Fortaleza e do Parque das Esculturas em Fortaleza. Foi membro da comissão de seleção e premiação do Salão Norman Rockwell de Desenho e Gravura do Ibeu Art Gallery em Fortaleza, membro da comissão de seleção e premiação do Salão Zé Pinto de Esculturas da Fundação Cultural de Fortaleza, membro da comissão e seleção do Salão de Abril em Fortaleza. É verbete no Dicionário Brasileiro de Artes Plásticas e no Dicionário Oboé de Artes Plásticas do Ceará. Possui obras em coleções particulares e espaços públicos no Brasil e no exterior. É diretor de criação da Creativemida, empresa cearense desenvolvedora de portais para a internet e computação gráfica multimídia. Foi piloto comercial, diretor técnico e instrutor de vôo do Aero Clube do Ceará. É membro da National American Photoshop Professional Association, Usa. É membro honorário da Academia Fortalezense de Letras.

Gostou? Deixe um comentário

José Mesquita

Pintor, escultor, gravador e “designer”.

Bacharel em administração e bacharelando em Direito.

Participou de mais de 150 exposições, individuais e coletivas, no Brasil e no exterior.

Mais artigos

Siga-me