• mqt_for@hotmail.com
  • Brasil

Anonymus não é tão Anonymous quanto parece

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Já que a CIA apoia o ISIS por baixo dos panos, a Rússia e China “criaram”(?) o Anonymous. O nome disso é “proxy war”.

Anonymus,Tecnologia da Informação,Blog do Mesquita

O Anonymus é a Rússia, a China ou algum outro desses, ou até mesmo a CIA ou a GCQH. Acreditar que essas coisas acontecem “a toa” é muita inocência.
Não tem nada a ver com teoria da conspiração.

Aliás esse termo foi criado pra ser usado de forma pejorativa para tentar “rebaixar” qualquer ceticismo.

A essa altura dos acontecimentos, ainda falar em teoria da conspiração é estar totalmente alienado.

O que acontece mesmo é a guerra da informação, e está cheio de agente disseminando desinformação.

A tecnologia é a principal ferramenta da Engenharia Social Midiática.

Vejam: Existe um tal de “Observatório sírio para os direitos humanos”.
A CNN e a BBC usam esse tal “Observatório” como fonte de notícias.
Hahahaha![ad name=”Retangulo – Anuncios – Direita”]

O tal “Observatório: divulgou que caças russos haviam bombardeado um hospital na Síria. Aí a Rússia levou observadores neutros e demonstraram a mentira.
O hospital está lá, as fotos de satélite mostram o hospital intacto, com coordenadas de gps e “otras cositas mas”…

“Mininus” o Putin é profissional. Produto da então KGB.

Esse “Observatório” é um “tiozinho” em uma casinha perdida lá nas brenhas em Conventry, na Inglaterra, e a última vez que esteve na Síria foi em 2002.

Outra coisa; Esses terroristas vão e voltam da Síria, um bando de moleques de 20 anos e ninguém vê?
De onde vêm essas informações fornecidas pelo Anonymus?

Não entendendo como as comunicações dos Zés “ninguém” podem ser rastreadas, mas como é que o Estado Islâmico, usa contas no Twitter, Facebook, e mail, YouTube e ninguém não rastreia essa informação?

De onde esses o dados são gerados? Colocam vídeos na web, e o upload foi feito em algum lugar. Certo?
E ninguém rastreia?
O EI coloca vídeo na internet de atentado.
Como assim? Que internet? Colocou aonde? Qual o IP? Saiu da onde? Quem recebeu a informação?

A história é tão ridícula que parece coisa de amador. Querem que o abestado aqui engula que os caras matam o Jihadi John, com um drone, lá nos confins do mundo; encontram um cara que está escondido num barranco no fim do mundo e mandam um míssil com precisão cirúrgica, matam a figura e ainda confirmam a informação sem ter ninguém no solo?

E com toda essa tecnologia perdem a zorra do avião da Malásia?

E ninguém acha? E o avião com radar, GPS e um monte de radares na região e ninguém sabe o que aconteceu?

Ou seja: é mais fácil achar uma pessoa escondida em um território gigantesco, do que um avião que fica avisando sua localização a cada 15 segundos com 300 pax a bordo.

E só pra finalizar; não está tudo igual, está muito pior, e vai piorar muito mais. Essa questão de que é só porque a informação chega mais rápido, é só parte da história.

Ps.1 –  O link para o vídeo que desmascara o “tiozinho” que sediado em Conventry, Inglaterra, dirige um tal de “Observatório Sírio de Direitos Humanos” e que é a fonte que fornece dados sobre a guerra na Síria para a BBC e a CNN, inclusive.
https://youtu.be/2Kwd-8lJUhI

Ps.2 –  A rede de tv é russa! É do Estado! Então possivelmente ‘parcial’. No entanto, pelo menos eles assumem que são propriedade do Estado, diferente das ‘outras’ agencias de notícias, que se dizem independentes, mas são controladas, todas, pelo mesmo grupinho no “topo da piramide”.
Por isso que digo que é guerra da informação. E aí, cada um acredita no que quiser, e tirar as conclusões que quiser…

José Mesquita

José Mesquita

Pintor, escultor, gravador e "designer". Bacharel em administração e bacharelando em Direito. Participou de mais de 150 exposições, individuais e coletivas, no Brasil e no exterior. Criador e primeiro curador do Prêmio CDL de Artes Plásticas da Câmara de Dirigentes Lojista de Fortaleza e do Parque das Esculturas em Fortaleza. Foi membro da comissão de seleção e premiação do Salão Norman Rockwell de Desenho e Gravura do Ibeu Art Gallery em Fortaleza, membro da comissão de seleção e premiação do Salão Zé Pinto de Esculturas da Fundação Cultural de Fortaleza, membro da comissão e seleção do Salão de Abril em Fortaleza. É verbete no Dicionário Brasileiro de Artes Plásticas e no Dicionário Oboé de Artes Plásticas do Ceará. Possui obras em coleções particulares e espaços públicos no Brasil e no exterior. É diretor de criação da Creativemida, empresa cearense desenvolvedora de portais para a internet e computação gráfica multimídia. Foi piloto comercial, diretor técnico e instrutor de vôo do Aero Clube do Ceará. É membro da National American Photoshop Professional Association, Usa. É membro honorário da Academia Fortalezense de Letras.

Gostou? Deixe um comentário

José Mesquita

Pintor, escultor, gravador e “designer”.

Bacharel em administração e bacharelando em Direito.

Participou de mais de 150 exposições, individuais e coletivas, no Brasil e no exterior.

Mais artigos

Siga-me