Alphonsus de Guimaraens Filho – Nenhum poema se faz de matéria abstrata – Poesia – Literatura


O Poeta e o Poema
Alphonsus de Guimaraens FilhoArte,Pintura,Blog do Mesquita

Nenhum poema se faz de matéria abstrata.
É a carne, e seus suplícios,
ternuras,
alegrias,
é a carne, é o que ilumina a carne, a essência,
o luminoso e o opaco do poema.

Nenhum poema. Nenhum pode nascer do inexistente.
A vida é mais real que a realidade.
E em seus contrastes e seqüelas, funda
um reino onde pervagam
não a agonia de um, não o alvoroço
de outro,
mas o assombro de todos num caminho
estranho
como infinito corredor que ecoa
passos idos (de agora,
e de ontem e de sempre),
passos,
risos e choros — num reino
que nada tem de utópico, antes
mais duro do que rocha,
mais duro do que rocha da esperança
(do desespero?),
mais duro do que a nossa frágil carne,
nossa atônita alma,
— duros pesar de seu destino, duros
pesar de serem só a hora do sonho,
do sofrimento,
de indizível espanto,
e por fim um silêncio que arrepia
a epiderme do acaso:
E por fim um silêncio… Nenhum poema
se tece de irreais tormentos. Sempre
o que o verso contém é um fluir de sangue
no coração da vida,
no pobre coração da vida, aqui
paralisado, além
nascente no seu ímpeto de febre,
no coração da vida,
no coração da vida,
(da morte?)
e um frio antigo, e as bocas
cerradas, olhos cegos,
canto urdido de cantos sufocados,
e uma avenida longa, longa, longa,
e a noite,
e a noite,
e, talvez, um sublime amanhecer.


Você pode se interessar também sobre: Ortega Y Gasset – Frase do dia – 28/02/2014


Postado na categoria: Literatura, Poesia - Palavras chave: ,

Leia também:

Carlos Castenada - Frase do dia - 08/10/2013

"Ou nós nos fazemos miseráveis, ou nós nos fazemos fortes. A quantidade de esforço é a mesma." Carlos Castenada

October 8, 2013, 10:02 am
Propércio - Versos na tarde - 22/02/2016

Elegia 1.1 Propércio ¹ Cíntia, com seu olhar, foi a primeira que me enfeitiçou (infeliz, não tocado anteriormente por nenhuma forma de paixão). O Amor, então, abateu-me a usual altivez...

February 22, 2016, 9:00 pm
Octavio Paz - Frase do dia - 13/09/2012

"O poema é feito de palavras necessárias e insubstituíveis." Octávio Paz

September 13, 2012, 10:02 am
Alexander Pope - Frase do dia - 09/10/2012

"Um partido político é a loucura de muitos em benefício de poucos" Alexander Pope

October 9, 2012, 10:02 am
Ana Jácomo - Frase do dia - 11/07/2017

"Paciência: o intervalo entre a semente e a flor." Ana Jácomo

July 11, 2017, 9:30 am
Casimiro de Abreu - Versos na tarde - 28/03/2016

Amor e Medo Casimiro de Abreu¹ Quando eu te vejo e me desvio cauto Da luz de fogo que te cerca, ó bela, Contigo dizes, suspirando amores: - "Meu Deus!...

March 28, 2016, 9:00 pm