Aíla Sampaio – Versos na tarde


De outro tempo
Aíla Sampaio ¹

Há em mim uma casa desabitada
perdida no abandono dos ventos
que sopram sem direção

há portas que batem silenciosas
atrás de um adeus sem data,
lágrimas nas paredes retintas
e trancas enferrujadas nos portais

há hera entranhada nas vigas,
nos muros e em minha alma,
fechando porteiras,
lacrando janelas
misturando-se ao musgo
que no jardim cresceu

Há em mim um silêncio quase sagrado
e a memória de um tempo que não é o meu…


Você leu?: Oito Afirmações Marxistas Que Podem Te Surpreender


¹ Aíla Sampaio
Poetisa e Mestra em Literatura
Professora da Unifor – Universidade de Fortaleza, Ceará
Blog ->> http://literaila.blogspot.com/2009/05/intervalo.html


[ad#Retangulo – Anuncios – Duplo]

Postado na categoria: Literatura - Palavras chave: , , ,

Leia também:

William Blake - O preço da experiência - Poesia
William Blake - O preço da experiência - Poesia

A sabedoria é vendida num mercado sombrio

October 6, 2019, 6:27 pm
Michel de Montaigne - Suporte real para a emoção
Michel de Montaigne - Suporte real para a emoção

...se o golpe falhar e ele for ao vento.

September 22, 2019, 8:00 pm
Hilda Hist - E por que haverias de querer - Poesia
Hilda Hist - E por que haverias de querer - Poesia

Mas não menti gozo prazer lascívia

October 7, 2019, 6:00 pm
Fernando Pessoa - Arte e Sensibilidade
Fernando Pessoa - Arte e Sensibilidade

A sensibilidade é pessoal e intransmissível

September 29, 2019, 7:02 pm
Socialismo e Natureza Humana
Socialismo e Natureza Humana

Quem se propõe a defender o socialismo nas primeiras décadas

October 5, 2019, 11:00 am
Petrarca - Fragmento do
Petrarca - Fragmento do "Canzoniere"

Soneto Fragmento do "Canzoniere" Petrarca ¹ Bendito o dia e o mês, o ano e a estação, e o tempo e a hora e o ponto e o bel país,...

September 29, 2019, 7:10 pm