1 Estrelas2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

T.S.Eliot – Poesia – Poemas – Versos na tarde – 10/05/2017

A canção de amor de J. Alfred Prufrock – Parte III T.S.Eliot¹ Pois já conheci a todos, a todos conheci – Sei dos crepúsculos, das manhãs, das tardes, Medi minha vida em colherinhas de café; Percebo vozes que fenecem com uma agonia de outono Sob a música de um quarto longínquo. Como então me atreveria? E […]

, , , , , ,
1 Estrelas2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

T.S.Eliot – Poesia – Poemas – Versos na tarde – 09/05/2017

A canção de amor de J. Alfred Prufrock – Parte II T.S.Eliot¹ E na verdade tempo haver á Para que ao longo das ruas flua a parda fumaça, Roçando suas espáduas na vidraça; Tempo haverá, tempo haverá Para moldar um rosto com que enfrentar Os rostos que encontrares; Tempo para matar e criar, E tempo […]

, , , , , ,
1 Estrelas2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

T.S.Eliot – Versos na tarde – 27/08/2016

O Tempo T.S.Eliot¹ O infinito ciclo da idéia e da ação, Infinita invenção, experiência infinita, Traz o conhecimento do vôo, mas não o do repouso; O conhecimento da fala, mas não o do silêncio; O conhecimento das palavras e a ignorância do Verbo. Todo o nosso conhecimento nos aproxima da ignorância, Toda a nossa ignorância […]

, , ,
1 Estrelas2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (7 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

T.S.Elliot – Versos na tarde – 25/01/2013

Poema T.S.Elliot ¹ Devo dizê-lo de novo? “Tu dirás que repito algo que disse antes. Di-lo-ei de novo. Devo dizê-lo de novo? Para chegares aí, Para chegares ondes estás, para saíres de onde não estás, Deves seguir por um caminho onde não há extase. Para chegares ao que não sabes Deves seguir por um caminho […]

, , ,
1 Estrelas2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (23 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

T.S.Eliot – Versos na tarde – 11/01/2013

Burnt Norton – extrato T.S Eliot ¹ (…) Vai, vai, vai, disse o pássaro: o gênero humano Não pode suportar tanta realidade. O tempo passado e o tempo futuro, O que poderia ter sido e o que foi, Convergem para um só fim, que é sempre presente. Tradução de Ivan Junqueira ¹ Thomas Stearns Eliot […]

, , , ,
1 Estrelas2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (12 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

T.S. Eliot – Versos na tarde

A canção de amor de J. Alfred Prudfrock T.S. Eliot “S’io credesse che mia risposta fosse A persona che mai tornasse al mondo, Questa fiamma staria senza piu scosse. Ma perciocche giammai di questo fondo Non torno vivo alcun, s’i’odo il vero, Senza tema d’infamia ti rispondo.” Dante Alighieri. Ladivina Commédia Inferno, XXVII, 61-66 (N. […]

, , , , ,
1 Estrelas2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (7 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

T.S. Elliot – Versos na tarde

A terra desolada * T. S. Eliot ¹ Abril é o mais cruel dos meses, germina Lilases da terra morta, mistura Memória e desejo, aviva Agônicas raízes com a chuva da primavera. O inverno nos agasalhava, envolvendo A terra em neve deslembrada, nutrindo Com secos tubérculos o que ainda restava de vida. O verão; nos […]

, , , , , ,