loader
Arte | Poesia | Literatura | Humor | Tecnologia da Informação | Design | Publicidade | Fotografia

Shakespeare – Versos na tarde – 31/10/2017 terça-feira, 31 de outubro de 2017

Soneto LXX William Shakespeare¹ Se te censuram, não é teu defeito, Porque a injúria os mais belos pretende; Da graça o ornamento é vão, suspeito, Corvo a sujar o céu que mais esplende. Enquanto fores bom, a injúria prova Que tens valor, que o tempo te venera, Pois o Verme na flor gozo renova, E em ti irrompe a mais pura primavera. Da infância os maus tempos pular soubeste, Vencendo o assalto ou do assalto distante; Mas não penses achar…

Shakespeare – Versos na tarde – 25/09/2017 segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Soneto II Shakespeare ¹ Passados quarenta invernos sobre a tua fronte, Após cavarem fundos sulcos nos vergéis de tua beleza, O vigor de tua orgulhosa juventude, hoje tão admirada, Será um esmaecido ramo sem nenhum valor.   Então, ao te perguntarem onde está o teu encanto, Onde está a riqueza de teus luxuriosos dias, Respondes, com olhos fundos, Que não passaram de vergonha e descabidos elogios.   Que louvores mereciam o uso de teus dotes, Se pudesses responder: “Este belo…

Versos na tarde – Shakespeare – 09/08/2017 quarta-feira, 9 de agosto de 2017

“Se a rosa tivesse outro nome, ainda assim teria o mesmo perfume”. Shakespeare¹ – Julieta em Romeu e Julieta ¹Willian Shakespeare * Stratford-Avon, Inglaterra – 23 Abril 1564 + Londres, Inglaterra – 23 Abril 1616 Compartilhe a informação:

© Copyright 2018 Blog do Mesquita - Direitos Reservados. | POLÍTICA DE PRIVACIDADE | MBrasil

Gosta do meu blog? Compartilhe a informação :)