loader
Arte | Poesia | Literatura | Humor | Tecnologia da Informação | Design | Publicidade | Fotografia

Marco Aurélio pede protestos na porta do STF terça-feira, 17 de setembro de 2013

Em entrevista ao Globo, o ministro que, na semana passada, manobrou para adiar o voto de Celso de Mello, diz que o STF está “à beira do precipício” e chega até a sugerir protestos na próxima quarta-feira contra o tribunal; “a sociedade pode se manifestar, porque mostrou que não está apática”, diz ele. Alinhado com Joaquim Barbosa, o ministro fala que haverá “decepção” com a suprema corte, mas não se mostrou tão favorável ao clamor das ruas quando, por exemplo, soltou…

José Serra e a carga tributária no Brasil sexta-feira, 2 de julho de 2010

Carga tributária, e que carga, pode ser explicada como o total da grana que o governo transfere do bolso dos Tupiniquins para os cofres da nação. A “tunga” é cavalar. Em junho atingiu o patamar de 38% do Produto Interno Bruto. Argh! O Editor A carga tributária, vem sofrendo um constante processo de crescimento. Brasil bate recordes de juros e carga tributária, diz Serra Em sabatina em que foi o único dos presidenciáveis presente, José Serra (PSDB) aproveitou o espaço…

Cacciola é ídolo na penitenciária de Bangu segunda-feira, 1 de junho de 2009

Preso há quase 2 anos, Cacciola é ídolo em Bangu 8. O ex-banqueiro é defendido pelo mesmo advogado de Zé Dirceu. Salvatore, o Cacciola, coleciona na Justiça o indeferimento de dez habeas corpus. No momento o “sem banco” aguarda decisão do STF sobre um novo pedido de liberdade. No início de 2009, já poderá requerer o regime ‘semi-aberto’. Condenado a 13 anos de cadeia em 2005, Salvatore Alberto Cacciola, 65 anos, tornou-se um preso de mostruário. Ex-banqueiro, rico, habituado a…

Negado Habeas Corpus para Cacciola quinta-feira, 23 de outubro de 2008

O sem banco e sem vergonha, Salvatore Cacciola teve mais um pedido de Habeas Corpus negado pelo Supremo Tribunal Federal. O escroque banqueiro não imaginava que um país que pediu sua extradição iria, contraditoriamente, fornecer um salvo conduto de impunidade ao malfeitor. Assim, como na peça teatral famosa “Greta Garbo, quem diria terminou no Irajá”, Cacciola, graças à justiça, continua em Bangu 8. São dois os principais argumentos esgrimidos pelos advogados de Cacciola no pedido para que ele fosse solto:…

© Copyright 2018 Blog do Mesquita - Direitos Reservados. | POLÍTICA DE PRIVACIDADE | MBrasil