1 Estrelas2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

T.S.Eliot – Poesia – Poemas – Versos na tarde – 10/05/2017

A canção de amor de J. Alfred Prufrock – Parte III T.S.Eliot¹ Pois já conheci a todos, a todos conheci – Sei dos crepúsculos, das manhãs, das tardes, Medi minha vida em colherinhas de café; Percebo vozes que fenecem com uma agonia de outono Sob a música de um quarto longínquo. Como então me atreveria? E […]

, , , , , ,
1 Estrelas2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

T.S.Eliot – Poesia – Poemas – Versos na tarde – 09/05/2017

A canção de amor de J. Alfred Prufrock – Parte II T.S.Eliot¹ E na verdade tempo haver á Para que ao longo das ruas flua a parda fumaça, Roçando suas espáduas na vidraça; Tempo haverá, tempo haverá Para moldar um rosto com que enfrentar Os rostos que encontrares; Tempo para matar e criar, E tempo […]

, , , , , ,
1 Estrelas2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

T.S.Eliot – Poesia – Poemas

A canção de amor de J. Alfred Prufrock – Parte I T.S.Eliot¹ S’io credesse che mia risposta fosse A persona che mai tornasse al mondo, Questa fiamma staria senza piu scosse. Ma perciocche giammai di questo fondo Non torno vivo alcun, s’i’odo il vero, Senza tema d’infamia ti rispondo. Dante Alighieri. Ladivina Commédia Inferno, XXVII, […]

, , , , ,