1 Estrelas2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Mia Couto – Versos na tarde – 18/10/2016

Árvore Mia Couto¹ cego de ser raiz imóvel de me ascender caule múltiplo de ser folha aprendo a ser árvore enquanto iludo a morte na folha tombada do tempo ¹ Antônio Emílio Leite Couto *Beira, Moçambique – 5 de julho de 1955 Tweet

, , ,
1 Estrelas2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Mia Couto – Versos na tarde – 09/10/2016

Anseios Mia Couto¹ Só quero lembrar se o tempo for todo meu. Só anseio lembrança se não houver passado. Bruma e espuma, apagam o tempo em que não amei. E eu amei para ser tudo, todos, sempre. Para te visitar esquecerei a terra e apagarei as estrelas. E irei pelos teus olhos, até o mundo […]

, , ,
1 Estrelas2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (7 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Mia Couto – Frase do dia – 18/07/2015

“Pra fabricar armas é preciso fabricar inimigos. Pra fabricar inimigos é necessário inventar fantasmas.” Mia Couto Tweet

, , ,
1 Estrelas2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (5 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Mia Couto – Versos na Tarde – 26/03/2015

Tradutor de Chuvas Mia Couto¹ Um lenço branco apaga o céu. A fala da asa vai traduzindo chuvas: não há adeus no idioma das aves. O mundo voa e apenas o poeta faz companhia ao chão. ¹ António Emílio Leite Couto * Beira, Portugal – 5 de Julho de 1955 d.C Tweet

, , ,
1 Estrelas2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (11 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Sticky: Mia Couto – Frase do dia – 12/06/2013

“O que era ideologia passou a ser crença, o que era política tornou-se religião, o que era religião passou a ser estratégia de poder.” Mia Couto Tweet

, , , , , ,
1 Estrelas2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (7 votos, média: 4,86 de 5)
Loading...

Mia Couto – Versos na tarde – 04/11/2012

É vitalício Mia Couto ¹ É vitalício: comer a Vida deitando-a entontecida sobre o linho do idioma. Nesse leito transverso dispo-a com um só verso. Até chegar ao fim da voz. Até ser um corpo sem foz. ¹ Antônio Emílio Leite Couto * Beira, Portugal – 5 de Julho de 1955 d.C Tweet

, , ,
1 Estrelas2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (12 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Mia Couto – Versos na tarde

A chuva pasmada Mia Couto ¹ Ante o frio, faz com o coração o contrário do que fazes com o corpo: despe-o. Quanto mais nu, mais ele encontrará o único agasalho possível: um outro coração. ¹ António Emílio Leite Couto * Beira, Portugal – 5 de Julho de 1955 d.C Tweet

, , , ,
1 Estrelas2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (15 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Sticky: Mia Couto – Frase do dia

“A maior desgraça de uma nação pobre… É que em vez de produzir riqueza, produz ricos.” Mia Couto Tweet

, ,
1 Estrelas2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (4 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Mia Couto – Versos na tarde

Confidência Mia Couto ¹ Diz o meu nome pronuncia-o como se as sílabas te queimassem os lábios sopra-o com suavidade para que o escuro apeteça para que se desatem os teus cabelos para que aconteça Porque eu cresço para ti sou eu dentro de ti que bebe a última gota e te conduzo a um […]

, , , ,
1 Estrelas2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (7 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Mia Couto – Versos na tarde – 09/06/2011

Pergunta-me Mia Couto 1 Pergunta-me se ainda és o meu fogo se acendes ainda o minuto de cinza se despertas a ave magoada que se queda na árvore do meu sangue Pergunta-me se o vento não traz nada se o vento tudo arrasta se na quietude do lago repousaram a fúria e o tropel de […]

, , ,
1 Estrelas2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (6 votos, média: 4,83 de 5)
Loading...

Mia Couto – Versos na tarde

Saudade Mia Couto ¹ Magoa-me a saudade do sobressalto dos corpos ferindo-se de ternura sói-me a distante lembrança do teu vestido caindo aos nossos pés Magoa-me a saudade do tempo em que te habitava como o sal ocupa o mar como a luz recolhendo-se nas pupilas desatentas Seja eu de novo a tua sombra, teu […]

, , , ,
1 Estrelas2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (10 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Mia Couto – Versos na tarde

Para Ti Mia Couto ¹ Foi para ti que desfolhei a chuva para ti soltei o perfume da terra toquei no nada e para ti foi tudo Para ti criei todas as palavras e todas me faltaram no minuto em que falhei o sabor do sempre Para ti dei voz às minhas mãos abri os […]

, , ,