loader
Arte | Poesia | Literatura | Humor | Tecnologia da Informação | Design | Publicidade | Fotografia

Susana Duarte – Versos na tarde – 12/02/2018 terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

Ilha Susana Duarte Há, no horizonte, uma ilha. Na ilha, a voz distante de um clamor. É de verde que se veste o coração. Expectante.   (Fechas os olhos e encerras, no seu eixo, o segredo de que ainda só suspeitas. Não sabes. Mas esperas. E a luz, dentro deles, revela o sonho que te conduz.)   No horizonte, uma ilha. Nos teus olhos, o horizonte. Compartilhe a informação:

Brecht – Poesia – Literatura terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

Elogio da dialética Bertolt Brecht A injustiça avança hoje a passo firme; Os tiranos fazem planos para dez mil anos. O poder apregoa: as coisas continuarão a ser como são Nenhuma voz além da dos que mandam E em todos os mercados proclama a exploração; isto é apenas o meu começo. Mas entre os oprimidos muitos há que agora dizem Aquilo que nós queremos nunca mais o alcançaremos. Quem ainda está vivo não diga: nunca O que é seguro não…

Willian Butler Yeats – Poesia – Literatura quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

A Canção do Delirante Aengus Willian Butler Yeats Eu fui para uma floresta de nogueiras, Porque minha mente estava inquieta, Eu colhi e limpei algumas nozes, E apanhei uma cereja, curvando o seu fino ramo; E, quando as claras mariposas estavam voando, Parecendo pequenas estrelas, flutuando erráticas, Eu lancei framboesas, como gotas, em um riacho E capturei uma pequena truta prateada. Quando eu a coloquei no chão E fui soprar para reativar as chamas, Alguma coisa moveu-se e eu pude…

Marguerite Yourcenar – Reflexões na tarde – 06/01/2016 quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Marguerite Yourcenar¹ In Memórias de Adriano “(…) Quando tivermos reduzido o máximo possível as servidões inúteis, evitando as desgraças desnecessárias, restará sempre, para manter vivas as virtudes heróicas do homem, a longa série de males verdadeiros: a morte, a velhice, as doenças incuráveis, o amor não partilhado, a amizade rejeitada, a mediocridade de uma vida menos vasta do que nossos projetos e mais enevoada do que nossos sonhos. Enfim, todas as desventuras causadas pela divina natureza das coisas”. ¹Marguerite Cleenewerck…

© Copyright 2018 Blog do Mesquita - Direitos Reservados. | POLÍTICA DE PRIVACIDADE | MBrasil