loader
Arte | Poesia | Literatura | Humor | Tecnologia da Informação | Design | Publicidade | Fotografia

José Luís Peixoto – Literatura sexta-feira, 30 de novembro de 2018

A Voz que Ouço quando Leio Quando leio, há uma voz que lê dentro de mim. Paro o olhar sobre o texto impresso, mas não acredito que seja o meu olhar que lê. O meu olhar fica embaciado. É essa voz que lê. Quando é séria, ouço-a falar-me de assuntos sérios. Às vezes, sussurra-me. Às vezes, grita-me. Essa voz não é a minha voz. Não é a voz que, em filmagens de festas de anos e de natais, vejo sair…

José Luis Peixoto – Versos na tarde 28/01/2018 domingo, 28 de janeiro de 2018

Amor José Luis Peixoto Amor o teu rosto à minha espera, o teu rosto a sorrir para os meus olhos, existe um trovão de céu sobre a montanha. as tuas mãos são finas e claras, vês-me sorrir, brisas incendeiam o mundo, respiro a luz sobre as folhas da olaia. entro nos corredores de outubro para encontrar um abraço nos teus olhos, este dia será sempre hoje na memória. hoje compreendo os rios. a idade das rochas diz-me palavras profundas, hoje…

José Luís Peixoto – versos na tarde – Poesia – 25/11/2017 sábado, 25 de novembro de 2017

A mulher mais bonita do mundo José Luís Marques Peixoto¹ estás tão bonita hoje. quando digo que nasceram  flores novas na terra do jardim, quero dizer  que estás bonita.  entro na casa, entro no quarto, abro o armário,  abro uma gaveta, abro uma caixa onde está o teu fio  de ouro.  entre os dedos, seguro o teu fino fio de ouro, como  se tocasse a pele do teu pescoço.  há o céu, a casa, o quarto, e tu estás dentro…

José Luís Peixoto – Versos na tarde segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Poema José Luís Peixoto ¹ Penso que o amor é muito difícil. Existem muitos obstáculos a que possa ser o absoluto que é. A palavra amor é uma palavra muito gasta, muito usada, e muitas vezes mal usada, e eu quando falo de amor faço-o no sentido absoluto… há uma série de outros sentimentos aos quais também se chama amor e que não o são. No amor é preciso que duas pessoas sejam uma e isso não é fácil de…

José Luís Peixoto – Versos na tarde sábado, 7 de maio de 2011

Sou um homem feliz José Luis Peixoto ¹ Tenho aquela que me olha e que olho e misturamo-nos como brisas e silêncios e digo tenho aquela que me vê e ela olha-me e tudo o que somos é uma partilha uma mistura e digo diz aquela que tenho beija-me num olhar e num silêncio que não posso dizer. ¹ José Luís Peixoto * Galveias de Ponte de Sôr, Portugal – 1974 d.C É licenciado em Línguas e Literaturas Modernas (Inglês…

© Copyright 2018 Blog do Mesquita - Direitos Reservados. | POLÍTICA DE PRIVACIDADE | MBrasil

Gosta do meu blog? Compartilhe a informação :)