loader
Arte | Poesia | Literatura | Humor | Tecnologia da Informação | Design | Publicidade | Fotografia

Os mais belos versos da MPB terça-feira, 19 de setembro de 2017

Lucinha Lins – Tango Para Nancy “Quem sou eu para falar de amor Se o amor me consumiu até a espinha Dos meus beijos que falar Dos desejos de queimar E dos beijos que apagaram os desejos que eu tinha”. Chico Buarque/Edu Lobo – Tango de Nancy [ad name=”Retangulo – Anuncios – Duplo”]

A canção expandida de Chico Buarque domingo, 3 de setembro de 2017

Tom Jobim, maestro soberano, já dizia: Chico Buarque é craque; tem seu lugar assegurado entre os maiores na história da canção e também da literatura brasileira. O que se busca aqui é observar um outro campo de atividade em que o artista vem se destacando: a forma de atuação nas redes sociais e na relação com o jornalismo. As estratégias de divulgação do novo disco “Caravana” trazem novos dados ao debate que acrescentam algo em relação ao texto publicado recentemente, aqui no Observatório…

‘Apesar de você, amanhã há de ser outro dia’ sábado, 3 de setembro de 2016

Em tempos complicados, nos quais corruptos não mudam e pessoas se entregam ao pessimismo, sempre resta a poesia. Manifestantes contrários ao ‘impeachment’, em Brasília, IANO ANDRADE AFP Ninguém é capaz de expressar sentimentos como os poetas. Sejam os nossos sentimentos ou os do conjunto de uma sociedade. E a poesia fala várias línguas ao mesmo tempo. No Brasil, existiram poucos poetas como Chico Buarque, o genial letrista e músico que, nos duros anos da ditadura militar, expressou o sentimento da…

“Down” no “high society”. O retrato de um imbecil grosseiro, por Paulo Nogueira segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Não me agrada nem um pouco expor a miséria intelectual e a falta de modos de alguém.Mas é chocante o retrato que Paulo Nogueira, no Diário do Centro do Mundo, traça do bobalhão que ofendeu as filhas e o próprio Chico Buarque pelas redes sociais. É alguém que, pela idade e pelos ambientes que frequenta, se fosse exigir demais ter raciocínio, não seria que tivesse modos. Tá “down” no “high society”, como cantavam há quase 40 anos a Elis Regina e a…

Chico Buarque – Versos na tarde – 01/01/2016 sexta-feira, 1 de janeiro de 2016

Roda Viva Chico Buarque¹ Tem dias que a gente se sente, Como quem partiu ou morreu, A gente estancou de repente, Ou foi o mundo então que cresceu. A gente quer ter voz ativa, No nosso destino mandar, Mas eis que chega a roda viva, E carrega o destino pra lá. Roda mundo, roda-gigante, Roda moinho, roda pião, O tempo rodou num instante, Nas voltas do meu coração. A gente vai contra a corrente, Até não poder resistir, Na volta…

Vinicius de Moraes – Versos na tarde – 24/11/2014 segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Encomenda Vinicius de Moraes¹ Desejo uma fotografia como esta – o senhor vê? como esta: em que para sempre me ria com um vestido de eterna festa. Como tenho a testa sombria, derrame luz na minha testa. Deixe esta ruga, que me empresta um certo ar de sabedoria. Não meta fundos de floresta Nem de arbitrária fantasia … Não … Neste espaço que ainda resta, ponha uma cadeira vazia. ¹Marcus Vinicius de Mello Moraes * Rio de Janeiro, RJ. –…

Renan Calheiros – Recados musicais segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Da série: “Revivendo a era do rádio. Recados musicais”! De Mesquita para o senador Renan Calheiros: […] “apesar de você/amanhã há de ser/outro dia”[…] [ad#Retangulo – Anuncios – Duplo]

© Copyright 2018 Blog do Mesquita - Direitos Reservados. | POLÍTICA DE PRIVACIDADE | MBrasil