1 Estrelas2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas ( Seja o primeiro a votar !!! )
Loading...

Antônio Gedeão – Versos na tarde – 22/10/2016

Amostra sem valor Antônio Gedeão ¹ Eu sei que o meu desespero não interessa a ninguém. Cada um tem o seu, pessoal e intransmissível; com ele se entretém e se julga intangível. Eu sei que a Humanidade é mais gente do que eu, sei que o Mundo é maior do que o bairro onde habito, […]

, , , ,
1 Estrelas2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Antônio Gedeão – Versos na tarde – 27/12/2014

Máquina do mundo António Gedeão ¹ O Universo é feito essencialmente de coisa nenhuma. Intervalos, distâncias, buracos, porosidade etérea. Espaço vazio, em suma. O resto, é a matéria. Daí, que este arrepio, este chamá lo e tê lo, erguê lo e defrontá lo, esta fresta de nada aberta no vazio, deve ser um intervalo. ¹ […]

, , ,
1 Estrelas2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (10 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Antônio Gedeão – Versos na tarde – 13/10/2012

Máquina do mundo António Gedeão ¹ O Universo é feito essencialmente de coisa nenhuma. Intervalos, distâncias, buracos, porosidade etérea. Espaço vazio, em suma. O resto, é a matéria. Daí, que este arrepio, este chamá lo e tê lo, erguê lo e defrontá lo, esta fresta de nada aberta no vazio, deve ser um intervalo. ¹ […]

, , , ,