1 Estrelas2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (4 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Eleições 2014: Os pilares da estupidez

Está em curso, há anos, nas “redes sociais” insidiosa campanha de agressão à democracia e crescentes ataques às instituições. Quem cala, consente. Os governos do PT têm feito, em todo esse período, cara de paisagem. Nem mesmo quando diretamente insultados, ou caluniados, os dirigentes do partido tomaram qualquer providência contra quem os atacava, ou atacava […]

, , , , , , , , ,
1 Estrelas2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas ( Seja o primeiro a votar !!! )
Loading...

Eleições 2014: Marina uma profissional esperta

Sobre o avião, Marina não sabia de nada, usou o aparelho sem perguntar. Podia ter perguntado quem emprestou e por quê, já que quem empresta sempre espera alguma coisa em troca. Vou me desviar um pouco do meu esporte favorito que é comentar a Presidente Dilma Rousseff e seu governo medíocre e falar um pouco […]

, , , , ,
1 Estrelas2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (12 votos, média: 4,83 de 5)
Loading...

Cartel e Mensalão: Metrô de São Paulo e Banco Rural desde 1968

A caretice do noticiário A acusação de que acertos corruptos para a construção do metrô paulistano remontam pelo menos ao governo de Mario Covas (1995-2001), revelada no noticiário da primeira semana de agosto sobre a suposta formação de cartel por fornecedores de bens e serviços, poderia ter criado oportunidade para retraçar as origens do finado […]

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
1 Estrelas2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (11 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

PSDB, a geleia inodora da oposição, e as eleições de 2014

Quanto mais o tempo passa, mais me admiro com aqueles que imaginam ser a realidade política brasileira composta de partidos governistas e oposicionistas. Nada mais ingênuo. Ou simplesmente incapacidade de ler a história dos partidos políticos na Taba dos Tupiniquins? Tome-se, como exemplo, PT e PSDB. Nada mais siamês que tucanos emplumados e ‘vermelhinhos esquerdoides’. […]

, , , , , , , , , , , , ,

Brasil: da série “me engana que eu gosto!” Nada mais volúvel e desprovido do menir resquício de ética e moral que as relações partidárias no Brasil. Em troca de palanque, votos e espaços na propaganda eleitoral, partidos e candidatos, quais  Faustos da sarjeta, dedicam-se com afinco a praticar a máxima do “fazemos qualquer negócio”. Ali […]

, , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Goldman também elogia Serra em cerimônias oficiais. Foto:José Cruz/ABr De 6 de abril – dia em que herdou de José Serra a cadeira de governador de São Paulo— até 19 de junho, o tucano Alberto Goldman proferiu 37 discursos. Serviu-se dos microfones em solenidades oficiais. Em 29 pronunciamentos, Goldman cuidou de injetar menções e elogios […]

, , , , , , , , , , , , ,

Os Tupiniquins ficamos curiosos, e ansiosos, para ouvirmos as explicações dos tucanos. Será que virão com o manjado argumento da contemporização tipo: “ah, isso é coisinha. Sujeira grande quem faz mesmo é o PT!” Assim, fica difícil se dar lição de moral aos adversários. Por outro lado, Dona Dilma usa esse tipo de nepotismo explícito […]

, , , , , , , , , , ,