1 Estrelas2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas ( Seja o primeiro a votar !!! )
Loading...

Reforma Protetstanto, igreja e Estado

O domínio absoluto da burguesia sobre o controle do poder do Estado, e da economia, começou quando a reforma protestante – Luthero e Calvin – desmontou o poder da Igreja Católica, reduzindo a quase nada a dominação eclesiástica-religiosa, e da vida. Convém lembrar que à essa época;
1. O Alto Clero: Nobres compravam cargos Interesse econômicos se sobrepunham aos religiosos;
2. Baixo Clero: Analfabetos, despreparados – chegavam a celebrar a missa fingindo que falavam em latim – e vida desregrada;
3. e, comum a todo o Clero: Negligência espiritual com o povo; desobediência ao celibato, e venda de indulgências e relíquias – Simonia.
Terreno fértil para a burguesia plantar e colher safra abundante.
O controle paralelo de um sistema de educação, caro, para a formação de lideranças burguesas e, principalmente na cooptação de ascendente classe média – então economicamente emergente – , acabando com o que Carlyle definiu como “the last of our heroisms”.
Weber, evidentemente, trata disso com uma competência de futurologista.
Ps. Muito ironicamente – em minha interpretação – Luthero escreveu: ” A Paz, se possível, mas a verdade, a qualquer preço”.
Termos: ,