1 Estrelas2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (5 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Paulo Preto já era ligado aos tucanos desde a época do ‘trator’ Sérgio Motta

Prosseguem as descobertas, surpreendentes, a respeito do “Delúbio do Rodo Anel” e as despesas não contabilizadas do tucanato paulista.

Ao mesmo tempo prossegue o suspeito silêncio dos jornalões e das sujíssimas revistas semanais sobre o provável tucanoduto. Afinal “não se abandona um companheiro ferido na estrada”. Né não?

O Editor


Serjão demitiu Paulo Preto da telefônica CTBC

Paulo Vieira de Souza, o “Paulo Preto”, que teria sumido com R$ 4 milhões em doações “não contabilizadas” de empresários paulistas (o que José Serra desmentiu, a seu pedido), gravita em torno do tucanato há anos.

Mas ainda está por ser explicada sua demissão da Cia Telefônica da Borda do Campo (CTBC), de São Bernardo do Campo (SP), ordenada pelo então ministro das Comunicações, Sérgio Motta.

Mesmo ramo

Empresário e tucano histórico, o falecido Sérgio Motta atuava, digamos assim, no mesmo ramo de Paulo Preto.

Preso por receptar…

Em junho deste ano, Paulo Preto foi preso sob acusação de receptar uma jóia de ouro furtada de joalheria do shopping Iguatemi, São Paulo.

…uma jóia furtada

Paulo Preto foi à loja Gucci avaliar uma jóia e o vendedor a reconheceu como a peça havia sido furtada um mês antes, e chamou a polícia.

Homem-bomba

Depois de Paulo Preto, está prestes a ressurgir sob os holofotes Platão Fischer-Puhler, ex-todo-poderoso diretor do Ministério da Saúde quando José Serra (PSDB) foi ministro. O homem é nitroglicerina pura.

coluna Claudio Humberto

Termos: , , , , , , , , , , , , , , , ,
Trackback

Nenhum Comentário até o momento. Faça o seu também!

Preencha os dados abaixo e faça seu comentário!

Você deve está Logado para comentar.