Lula é o homem do ano para o jornal francês Le Monde

Para justificar a escolha, o Le Monde afirma que levou em conta a “trajetória singular de Lula”.

“Por sua trajetória singular de antigo sindicalista, por seu sucesso à frente de um país tão complexo como o Brasil, por sua preocupação com o desenvolvimento econômico, com a luta contra as desigualdades e com a defesa do meio ambiente, Lula bem poderia ter merecido… o mundo.”

Le Monde: Lula, o homem do ano 2009

Pela primeira vez na história, o “Le Monde” decidiu eleger a personalidade do ano. A “sua” personalidade do ano. O exercício poderia parecer arriscado ou desonroso. Quem escolher? Segundo quais critérios? Em nome de que valores? Como se diferenciar dos grandes e prestigiosos colegas estrangeiros, como a revista americana “Time“, que há muito tempo nos antecedeu nesse caminho ao eleger sua “pessoa do ano”?

Clique aqui para ler a reportagem do jornal francês Le Monde

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi escolhido o “homem do ano” pela redação do jornal francês Le Monde porque, segundo a publicação, “aos olhos de todos encarna o renascimento de um gigante”.

“Embandeirado dos países emergentes, mas também do mundo em desenvolvimento do qual se sente solidário, o presidente brasileiro, de 64 anos, colocou decididamente seu país em uma dinâmica de desenvolvimento”, afirma a revista semanal do Le Monde na edição desta quinta-feira.

“O presidente brasileiro, que no fim de 2010 deixará a presidência sem ter tentado modificar a Constituição para concorrer a um terceiro mandato, soube continuar sendo um democrata, lutando contra a pobreza sem ignorar os motores de um crescimento mais respeitoso dos equilíbrios naturais”, acrescenta.

“Presidente do Brasil desde 1º de janeiro de 2003, ao fim de dois mandatos terá dado uma nova imagem a América Latina”, afirma a revista ao explicar a escolha de Lula como “personalidade do ano 2009”

Le Monde/UOL

Deixe uma resposta