Lista de Furnas: Aécio é denunciado a Procuradoria Geral


Laudo da Polícia Federal que comprova veracidade da Lista de Furnas foi anexado ao requerimento para Janot reabrir denúncias contra senador.

Aécio Neves,Blog do Mesquita 04

Deu entrada às 16h23 desta quinta-feira, 19, no protocolo da Procuradoria Feral da República (PGR), o pedido de desarquivamento da delação premiada do doleiro Alberto Yousseff que cita o nome do senador Aécio Neves (PSDB) como beneficiário de esquema de corrupção em Furnas Centrais Elétricas, estatal do setor elétrico subsidiária da Eletrobrás.

Youssef foi informado da Lista de Furnas pelo ex-deputado José Janene (PP-PR), falecido em setembro de 2010, também citado na delação como beneficiário de propinas recolhidas a partir de contratos de empreiteiras com a a Petrobras.[ad name=”Retangulo – Anuncios – Direita”]

O requerimento entregue à PGR, assinado pelos deputados federais Adelmo Leão (MG), Padre João (MG) e o deputado estadual mineiro Rogério Corrêa , todos do PT, embora endereçado ao procurador-geral da República Rodrigo Janot, foi recebido pelo secretário de Relações Institucionais da Procuradoria (SRI), Peterson de Paula Pereira.

Janot encontrava-se em viagem e não pôde receber os parlamentares petistas, que conversaram durante cerca de uma hora com o procurador Pereira. De 2002, as denúncias relativas à lista de Furnas ficaram no ostracismo durante todo esse tempo, apesar de ser parte de uma ação que corre no Ministério Público Federal no Rio de Janeiro.


Você leu?: Queimadas no Brasil aumentam 82% em relação a 2018


Anexado à documentação, um laudo da Polícia Federal providenciado pelo parlamentar mineiro comprova a autenticidade e veracidade da Lista de Furnas. Com esse laudo, os petistas desmontam argumento do PSDB de que trata-se de um documento forjado pelo Partido dos Trabalhadores para tentar incriminar o senador e ex-candidato à Presidência em 2014, derrotado pela presidenta Dilma Rousseff.

“Nós esperamos do procurador Rodrigo Janot a reabertura das denúncias contra Aécio Neves na operação Lava Jato”, disse o deputado Corrêa. Para ele, a falta de provas alegadas para arquivar as denúncias contra o senador tucano ganha conexão lógica de causa e efeito se reunidas à denúncia feita pela procuradora Andréia Baião, da PGR-RJ, em 2010.

A exemplo de Yousseff, a procuradora descreve a mesma empresa – a Bauruense” – como intermediária que repassava os recursos arrecadados pela estatal para financiar a campanha de 2002 de candidatos da oposição (PSDB e DEM), como os eleitos Alckmin (governador SP), Serra (presidência) e Aécio Neves (governador MG).

Quase R$ 40 milhões foram distribuídos a 156 políticos, sendo que 69% desses recursos se concentraram nas campanhas dos três citados acima. “Solicitamos a ele (Janot) que requeira cópia do processo no MP-RJ, da procuradora; entregamos um CD com a delação premiada de Yousseff na operação Lava Jato; e solicitamos a abertura de inquérito policial e de denúncia contra Aécio”, informou Corrêa.

Além disso, os petistas encaminharam ao órgão diversos outros documentos. Dentre eles, relatório da PF referente ao mensalão tucano, encaminhado ao então presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa euma representação do ex-procurador-geral Roberto Gurgel, de maio de 2011, requerendo apuração de sonegação fiscal e ocultação de patrimônio pelo senador Aécio Neves.

Também foram incluidas reportagens que relatam gastos exorbitantes com publicidade durante a gestão de Aécio no governo de Minas Gerais e conteúdo jornalístico que faz a ligação da apreensão de 450 toneladas de pasta base de cocaína, transportada em helicóptero do senador Zezé Perrela, com o aeroporto construído com recursos públicos do governo mineiro, no município de Cláudio. Perrela é aliado histórico de Aécio Neves.

Postado na categoria: Brasil, Política - Palavras chave: , , , , , , , ,

Leia também:

Dados mostram explosão do desmatamento na Amazônia
Dados mostram explosão do desmatamento na Amazônia

Devastação da floresta em julho cresce 278%

August 7, 2019, 11:21 am
Incêndios na Amazônia ameaçam dizimar indígenas isolados
Incêndios na Amazônia ameaçam dizimar indígenas isolados

Queimadas estão devastando o Território Indígena Arariboia, na Amazônia

August 22, 2019, 2:31 pm
Novo bloqueio atinge R$ 348 milhões da Educação
Novo bloqueio atinge R$ 348 milhões da Educação

Nos últimos meses, MEC já sofreu cortes que ultrapassam 6 bilhões de reais

July 31, 2019, 1:37 pm
União Europeia adverte que acordo com Mercosul exige proteção de indígenas
União Europeia adverte que acordo com Mercosul exige proteção de indígenas

O aumento da tensão entre indígenas e garimpeiros

August 16, 2019, 11:20 am
Brasil da série
Brasil da série "Só dói quando eu rio"

Questão só de peso e medida

August 12, 2019, 11:02 am
Mudança climática ameaça produção de alimentos, alerta ONU
Mudança climática ameaça produção de alimentos, alerta ONU

Mudança climática ameaça produção de alimentos

August 8, 2019, 12:34 pm