loader
Arte | Poesia | Literatura | Humor | Tecnologia da Informação | Design | Publicidade | Fotografia

8 dicas para evitar compartilhar dados pessoais na internet sem perceber segunda-feira, 16 de abril de 2018

Houve um tempo em que a internet era associada ao anonimato. Agora, está comprovado que é justamente onde se pode mais encontrar dados sobre nós. 

Tela de celularDireito de imagemGETTY IMAGES
Alguns aplicativos que você não usa ocupam espaço, consomem energia e monitoram suas atividades

O escândalo envolvendo a consultoria Cambridge Analytica e o Facebook foi o mais recente a mostrar o quão importante é a informação que publicamos online.

Nossos dados não só podem ser usados para nos roubar dinheiro do banco, mas também para influenciar o que compramos, para onde viajamos, onde comemos e talvez até mesmo em quem votamos.

1. Garanta que sua conta de email está segura

Uma forma simples de hackers, agências de espionagem e outros obterem sua informação pessoal é por meio do seu email.

Ali estão seus contatos, o que você tem feito e a informação compartilhada com outras pessoas.

Para saber se seu email está comprometido ou não, é simples: coloque seu email no site Haveibeenpwned.com.*

Esse serviço tem em sua base de dados todas as contas de email que foram comprometidas em empresas como como Adobe, Stratfor, Gawker, Pixel Federation, Yahoo!, Sony e Vodafone.

Em caso positivo, o site te oferece três passos seguintes: mudar sua senha, acrescentar um outro modo de autenticação e receber um aviso caso haja um novo vazamento de contas de email, para que você fique alerta.

2. Bloqueie desconhecidos

Há ferramentas, como as conexões Bluetooth e Airdrop, que permitem enviar e receber arquivos para e de pessoas que se encontram ao seu redor, ainda que você não as conheça.

Pessoas com celularesDireito de imagemGETTY IMAGES
Muitos dispositivos tem o Bluetooth ativado por padrão

Se você está com elas ativadas, garanta que só pode receber arquivos com seu consentimento ou as desative por completo. Assim, você reduz o risco de receber um vírus que comprometa seus dados.

3. Evite os ‘preços inteligentes’

Talvez você já saiba que, quanto mais consultas faz em um site de uma empresa aérea ou em um comparador de preços de passagem, mais caras elas ficam. É o chamado preço personalizado. As empresas detectam seu interesse e se aproveitam disso.

Para evitar, use o modo de navegação anônimo e em diferentes aparelhos para comprovar que os valores não estão aumentando.

4. Mantenha a salvo sua conta antiga do Yahoo

Se você tinha uma conta no Yahoo em 2013, ela foi com certeza hackeada, como a própria empresa reconheceu no ano passado.

Por isso, ainda que ela não seja mais importante e você não a use mais, garanta que ela está segura mudando a senha e ativando diferentes formas de autenticação.

5. Faça uma faxina digital

Especialistas recomendam que, ao menos uma vez por ano, você faça uma limpeza em seu celular e em sua conta do Facebook.

Assim, você elimina aplicativos que não usa mais e que continuam a coletar seus dados sem motivo.

O mesmo vale para amigos e contatos na rede social com quem você não fala mais. Eles não precisam ter acesso às sua informações.

Pessoas usando computadores e celularesDireito de imagemGETTY IMAGES
Suas senhas precisam ser trocadas periodicamente

6. Proteja seus amigos

Se você permite que um aplicativo tenha acesso a suas fotos ou localização, é uma decisão sua, mas proteja seus amigos.

Deixar que um programa veja o que está na sua lista de contatos deixa vulnereáveis os amigos que estão ali. Lembre-se que foi assim que a Cambridge Analytica conseguiu milhões de dados sem o conhecimento dos usuários do Facebook.

7. Projeta as crianças

Cuide também das informações e dados sobre seus filhos. Quando compartilhar uma foto deles, faça isso de forma privada. Se o fizer publicamente, o Google encontrará – e o que está no Google está no alcance de todo mundo.

8. Valorize sua privacidade

Pode parecer óbvio, mas muitas vezes subestimamos o que a internet sabe sobre nós e que não nos protegemos suficientemente.

Talvez você não tenha nada a esconder, mas ninguém que você não queira precisa saber do que você não gosta ou os filmes que você viu ou o casaco que você planeja comprar.

José Mesquita

Pintor, escultor, gravador e "designer". Bacharel em administração e bacharelando em Direito. Participou de mais de 150 exposições, individuais e coletivas, no Brasil e no exterior. Criador e primeiro curador do Prêmio CDL de Artes Plásticas da Câmara de Dirigentes Lojista de Fortaleza e do Parque das Esculturas em Fortaleza. Foi membro da comissão de seleção e premiação do Salão Norman Rockwell de Desenho e Gravura do Ibeu Art Gallery em Fortaleza, membro da comissão de seleção e premiação do Salão Zé Pinto de Esculturas da Fundação Cultural de Fortaleza, membro da comissão e seleção do Salão de Abril em Fortaleza. É verbete no Dicionário Brasileiro de Artes Plásticas e no Dicionário Oboé de Artes Plásticas do Ceará. Possui obras em coleções particulares e espaços públicos no Brasil e no exterior. É diretor de criação da Creativemida, empresa cearense desenvolvedora de portais para a internet e computação gráfica multimídia. Foi piloto comercial, diretor técnico e instrutor de vôo do Aero Clube do Ceará. É membro da National American Photoshop Professional Association, Usa. É membro honorário da Academia Fortalezense de Letras.

# # # #

© Copyright 2018 Blog do Mesquita - Direitos Reservados. | POLÍTICA DE PRIVACIDADE | MBrasil