1 Estrelas2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (17 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Florbela Espanca – Versos na tarde – 22/12/2013

Eu…
Florbela Espanca¹

Eu sou a que no mundo anda perdida,
Eu sou a que na vida não tem norte,
Sou a irmã do Sonho, e desta sorte
Sou a crucificada… a dolorida…

Sombra de névoa tênue e esvaecida,
E que o destino amargo, triste e forte,
Impele brutalmente para a morte!
Alma de luto sempre incompreendida!…

Sou aquela que passa e ninguém vê…
Sou a que chamam triste sem o ser…
Sou a que chora sem saber por quê…

Sou talvez a visão que Alguém sonhou,
Alguém que veio ao mundo prá me ver,
E que nunca na vida me encontrou

¹Florbela De Alma Conceição Espanca
* Vila Viçosa, Portugal – 1894 d.C
+ Matosinhos, Portugal – 1930 d.C


Termos: , , ,
Trackback

Apenas 1 Comentário até o momento. Faça o seu também!

  1. Estimados amigos, com muita algria e satisfação visitei esse belíssimo trabalho referente a nossa querida poetisa Florbela Espanc, por quem somos verdadeirametne apaixondas, diante da beleza de seus sonetos. Meus parabens
    Luiz Alberto F. Soares

Preencha os dados abaixo e faça seu comentário!

Você deve está Logado para comentar.