1 Estrelas2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Cinema – Snowden, um mito na tela

Olhar diferenciado sobre Snowden

Em seu filme sobre o já célebre “whistleblower” americano, Oliver Stone adota um ponto de vista equilibrado. Edward Snowden (Joseph Gordon-Levitt) é tudo, menos um herói com o alvo final diante dos olhos desde o início. Pelo contrário: a princípio ele é apresentado como um aplicado especialista em tecnologia de informática, que almeja fazer carreira nos serviços secretos dos Estados Unidos.

Estreia mundial no Canadá

O cineasta americano Oliver Stone completou 70 anos em 15 de setembro de 2016, véspera do lançamento nos Estados Unidos de seu drama biográfico “Snowden”. Antes, ele o apresentara pela primeira vez diante de um público amplo no Festival Internacional de Toronto, Canadá. A estreia no Brasil é em 22 de setembro.

Ascensão na CIA

Inicialmente, Snowden pretendia servir a seu país como soldado no Iraque, mas quebrou ambas as pernas durante o treinamento militar. Essa circunstância coloca o jovem estudante de informática em contato com a NSA e a CIA. Nesta última, ele logo se destaca por sua inteligência e talento, afirmando-se como aprendiz aplicado.

Queridinho do chefe

O superior de Snowden Corbin O’Brian (interpretado por Rhys Ifans) desenvolve um interesse especial pelo jovem especialista em tecnologia de informática, tornando-o seu protegido e incentivando-o.

Adeus à privacidade

Contudo, pouco a pouco, o protagonista vai percebendo qual é o sentido maior da atividade dos serviços secretos: monitorar políticos e cidadãos incessantemente – e não só os supostos inimigos. Na CIA e NSA trabalham diversos “nerds” do computador. Ao observar de perto seu trabalho, Snowden constata que o conceito de privacidade perdeu todo o valor.

Suspense bem encenado

“Snowden” mostra como um aplicado jovem se torna, pouco a pouco, um crítico implacável e opositor das instituições. O filme é rico em suspense e encenado com esmero. Magistral é, por exemplo, a cena em que Edward Snowden leva para fora do prédio da CIA os dados secretos que reuniu – contrabandeando-os num cubo mágico.

Fuga para Hong Kong

Stone mostra como Snowden escapa do sistema, sua fuga para a Ásia e a cooperação com jornalistas dispostos a levar a público as avassaladoras revelações do jovem americano. Nesta cena, ele passa informações para o jornalista Ewen MacAskill, do “The Guardian” (Tom Wilkinson).

“Whistleblower” como ser privado

Em seu empolgante thriller político, Oliver Stone consegue também apresentar Snowden como ser humano, um jovem que tem uma namorada e é forçado a escolher entre seus interesses pessoais e a decisão de colocar tudo em jogo, como denunciante do poderoso sistema americano. Assim, “Snowden” desponta como uma produção bem-sucedida em diversos níveis.

 

Termos: , , ,
Trackback

Nenhum Comentário até o momento. Faça o seu também!

Preencha os dados abaixo e faça seu comentário!

Você deve está Logado para comentar.