Sem pretensão à pitonisa, escrevi lá em 2010 que era técnica e economicamente impossível um país crescer constantemente a 10% anualmente. Ali já ficava claro que era contabilidade de “talhadeira e marreta”. A chefona do BC americano, FED, afirmou que as condições financeiras da China, a segunda maior potência econômica, podem prejudicar o ritmo de […]

, , , , , ,

A Bolsa de Xangai encerrou o pregão desta sexta-feira (15) com uma queda de 3,6%, aos 2.900,97 pontos, chegando ao menor nível em quase cinco meses. “As oportunidades não têm precedentes, mas os desafios também não”, disse o responsável máximo pelos negócios estrangeiros do gigante asiático nesta quinta-feira O mercado, com perdas acumuladas de 20,6% desde a máxima […]

, , , , , , , , ,

Recentemente, o senador Rand Paul, potencial candidato à presidência dos Estados Unidos e autoproclamado especialista em questões monetárias, foi entrevistado pela revista Bloomberg Businessweek. Não foi bem-sucedido. Por: Paul Krugman Por exemplo: Paul disse que os Estados Unidos terão “um déficit de US$ 1 trilhão por ano”; na verdade, o déficit deverá ser de apenas US$ […]

, , , , ,
1 Estrelas2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (6 votos, média: 4,83 de 5)
Loading...

Brasil, crescimento e a economia

Painel de economistas avalia por que a economia do Brasil não decola. Brasil deixou de ser unanimidade após desaquecimento Até 2011, a imprensa e mercados internacionais pareciam tomados por um grande entusiasmo em relação ao crescimento brasileiro. “O Brasil decola”, anunciou em 2009 a revista britânica The Economist, fazendo um diagnóstico que, à época, parecia ser unanimidade. […]

, , , ,
1 Estrelas2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (8 votos, média: 4,88 de 5)
Loading...

Economia: A Suíça vai à guerra

Livre das esquerdas, o capitalismo voltou a mostrar a sua vocação anti-social a partir do momento em que os regimes ortodoxos de esquerda ruíram. A democracia capitalista entende a democracia clássica somente como uma ferramenta para produzir processos de acumulação de capital, e nos rastro de especulação. Quando necessário, o capitalismo apátrida, reduz a democracia […]

, , , , , ,
1 Estrelas2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (10 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Economia: 1929 redivivo?

Neoliberalismo, terceira via, desregulamentação do Estado, Estado mínimo… Seja qual for o adjetivo e/ou definição que se use a realidade é que, como escreveu Karl Marx, sobre a Revolução Francesa:  “A história acontece como tragédia e se repete como farsa”. É provável que o que a economia esteja passando hoje talvez aconteça em função das […]

, , , , , , , , , ,
1 Estrelas2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (6 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Economia: corrida para o fundo

Mundo pode estar numa “corrida para o fundo” Claudia Safatle – VALOR ¹ O mundo pode estar caminhando para uma “espiral negativa”. Um círculo vicioso onde a austeridade fiscal traria mais desemprego, menos consumo privado, queda da arrecadação de impostos, recessão. O acordo do governo dos Estados Unidos com o Congresso para aumentar o teto […]

, , , , , , , , , , ,

Entrevista: Presidente do Bradesco diz que Lula é uma ‘reserva de valor’ Luiz Carlos Trabuco Cappi, do Bradesco: “O Brasil tem hoje uma situação que permite trabalhar com demandas e prioridades que não sejam espetaculares” No comando do Bradesco, segundo maior banco privado do país, o executivo Luiz Carlos Trabuco Cappi é de opinião que […]

, , , , , , , , , , ,

Independente do ilusionista, Serra ou Dilma, que ganhar as próximas eleições, crises e estouro de ‘bolhas’ darão plantão no gabinete do próximo chefe dos infelicitados Tupiniquins. Internamente: o caixa da previdência que não fecha; a bolha do financiamento de automóveis – quem financia um carro em 50 meses, não pode tê-lo. Em dois anos terá […]

, , , , , , , , , , ,

A revista britânica “The Economist” reafirma na edição desta semana que a candidata Dilma Rousseff (PT) será provavelmente a próxima presidente do Brasil e diz que o atual, Luiz Inácio Lula da Silva, deve continuar influente em 2011. O fato de a eleição ter ido para o segundo turno, avalia a revista, serviu para Lula […]

, , , , , , , , , , , ,

Jornais europeus discutem qual será papel de Lula no próximo governo Uma reportagem publicada neste sábado no site do jornal americano Wall Street Journal afirma que o sucessor do presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai herdar a moeda “mais valorizada do mundo”. “Época de eleições no Brasil costumava ser de preocupações sobre se a […]

, , ,