O que dá pra rir dá pra chorar Tweet

, , , , , , , ,
1 Estrelas2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Justiça?

E o Çerra? E o Lula? E o Aécio? E o Sarney? E o Cunha? E o Renan? E o Temer? E a Dilma? E o Paulo Preto? E o Cunha? E o Aluysio Nunes? E o Gedel? E o Rodrigo Maia? E o Humberto Costa? E o Eduardo Paes? E o Magno Malta? E […]

, , , , , ,
1 Estrelas2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (5 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Brasil e a impunidade

Da série: Só dói quando eu rio Tweet

, , , ,

Colunista volta a apontar a “kleptocracia” com raiz de muitos males, no Brasil e fora dele. “Pelo nível de fúria das populações, cabe prognosticar ventos prósperos ao populismo radical no mundo todo.O sonho de uma selva civilizada, lamentavelmente, foi adiado novamente” Por Luiz Flávio Gomes País de criminalidade explosiva. Descumprimento generalizado das leis. Tradição de […]

, , , , , , , ,

Tudo o que tem acontecido no Rio de Janeiro e também no Brasil é, sim, decorrência do desemprego e da crise social. Mas é fruto, principalmente, do mau exemplo da elite brasileira, que nestes últimos anos mostrou sua cara desmascarada pelo juiz Sérgio Moro. Os grandes corruptores, os grandes ladrões, só por delatarem, têm suas […]

, , , , , , , , , , , , , , , ,

Apesar das resistências dos “cunpaêros”, a minoria conseguiu finalmente instalar as CPIs da Petrobras no Congresso Nacional. Agora, ficaremos os Tapuias, sabedores que tipos de maracutaias jorram dos cofres da estatal mastodôntica. Além do óleo saberemos que a lama jorra, também, da petrossauro, em forma de patrocínios, concorrências, no mínimo estranhas, salários astronômicos e “otras […]

, , , , , , , , ,
1 Estrelas2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (6 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

A justiça cada vez mais pobre, especialmente no supremo

É desanimador. Dezesseis anos depois do escândalo do desvio de recursos públicos, nas obras do fórum do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) de São Paulo, estimados em R$ 179 milhões, a Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decide anular a condenação do empresário José Eduardo Corrêa Teixeira Ferraz a 27 anos de prisão. Ferraz […]

, , , , , ,
1 Estrelas2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Juiz Lalau, impunidade e Rudolf Hess

Ontem fiz uma postagem condenando a liberdade concedida ao juiz Nicolau – o Lalau que roubou R$180.000.000,00 da obra da construção do Tribunal do Trabalho em São Paulo. Recebi comentários com a explicação, que o ilustre ‘lunfa’ estava doente e já portava idade provecta. Me poupem! 1. Durante o curso de Direito, fazia parte do […]

, ,

Desta vez, não tem mais como manter os mensaleiros na prisão. Temos de respeitar nossas leis e nos conformar. O Brasil é assim mesmo, não vai mudar nunca. Se o juiz Nicolau dos Santos Neto já ganhou o alvará de soltura, por haver cumprido 1/6 da pena, ter mais de 60 anos e sofrer de […]

, , , ,

O que mais impressiona é o silêncio da mídia para um escândalo desse tamanho. Não tem negócio disso ou aquilo. Que é questão de interpretação, que não foi bem assim e outras desculpadas amarelas de menino do “buchão.” São depoimentos, entrevistas, gravações envolvendo a alta tucanagem em S.Paulo, e a maracutaia se estende para outros […]

, , , , , , , ,

Eu escrevi aqui, há dois dias, que o fim do voto secreto seria um tiro no pé, e também que o fato da PEC – Projeto de Emenda Constitucional – ter sido aprovada na Câmara, não implicava em aplicação imediata, pois uma PEC para ser incorporada à Constituição Federal necessita de votação em dois turnos […]

, , , , , , , , ,
1 Estrelas2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (9 votos, média: 4,78 de 5)
Loading...

STF, mensalão, o vai e vem e a cassação de mandatos

Como entender as excelências? Alguns meses atrás o STF proclamava que é sentença judicial transitada em julgado quem cassa mandado de parlamentar condenado. Agora, após condenar o corrupto senador Ivo Cassol – pasmem! Se a ex-celência senatorial vir a ser cassado pelos pares (sic) quem assumirá o mandado é o pai do bandoleiro – decidiu […]

, , , ,