loader
Arte | Poesia | Literatura | Humor | Tecnologia da Informação | Design | Publicidade | Fotografia

Arte figurativa mais antiga do mundo é descoberta em Bornéu sexta-feira, 9 de novembro de 2018

Pesquisadores afirmam que desenho feito em caverna em parte indonésia da ilha de Bornéu tem pelo menos 40 mil anos; descoberta desafia tese de que arte figurativa rupestre surgiu na EuropaPesquisadores australianos e indonésios localizaram a mais antiga pintura de um animal conhecida, a silhueta vermelha de um ser semelhante a um touro, na parede de uma caverna de calcário na ilha de Bornéu. A descoberta desbanca a teoria de que a arte figurativa rupestre surgiu na Europa. Em um…

Aldemir Martins – Pinturas – Biografia quinta-feira, 8 de novembro de 2018

Se vivo fosse, meu amigo querido Aldemir¹, estaria completando hoje, 96 anos de Idade Cangaceiro, 1986 – Acrílica sobre tela ¹Aldemir Martins (Ingazeiras CE 1922 – São Paulo SP 2006). Pintor, gravador, desenhista, ilustrador. Em 1941, participa da criação do Centro Cultural de Belas Artes, em Fortaleza, com Antonio Bandeira (1922-1967), Raimundo Cela (1890-1954), Inimá de Paula (1918-1999) e Mario Baratta (1915-1983), um espaço para exposições permanentes e cursos de arte. Três anos depois, a instituição passa a chamar-se Sociedade Cearense de Artes Plásticas – SCAP. Aldemir…

Elizabeth Barrett Browning – Poesia terça-feira, 6 de novembro de 2018

Soneto 43 Elizabeth Barrett Browning   Amo-te quando em largo, alto e profundo Minh’alma alcança quando, transportada, Sente, alongando os olhos deste mundo, Os fins do Ser, a Graça entressonhada.   Amo-te em cada dia, hora e segundo: À luz do sol, na noite sossegada. E é tão pura a paixão de que me inundo Quanto o pudor dos que não pedem nada.   Amo-te com o doer das velhas penas; Com sorrisos, com lágrimas de prece, E a fé…

Dylan Thomas – Poesia segunda-feira, 5 de novembro de 2018

Boa noite. A força que do pavio verde inflama a flor Dylan Thomas A força que do pavio verde inflama a flor Inflama a minha idade verde; que rói as raízes das árvores É a que me destrói. E mudo eu sou pra dizer à rosa curva Que à minha juventude encurva a mesma febre de inverno. A força que através das rochas move a água Move o meu sangue rubro; que seca os rios vociferantes Torna em cera os…

Arte – Pinturas – Aquarelas domingo, 4 de novembro de 2018

Aquarelas de Nana Mouskouri ¹ ¹ Nana Mouskouri, em grego Nανά Μούσκουρη * Chania, Grécia – 13 de Outubro de 1934 d.C Conhecida mundialmente como Nana, estabeleceu-se com sua família em Atenas, onde o seu pai trabalhava como projecionista em cinema. Nesta época, bastante jovem, começou o seu amor e talento pelas artes, principalmente pela música. Gravou dezenas de músicas em várias línguas, incluindo o grego, inglês, francês, espanhol, alemão, português e italiano, entre outras. O que muita gente não…

© Copyright 2018 Blog do Mesquita - Direitos Reservados. | POLÍTICA DE PRIVACIDADE | MBrasil