Carlos Drummond de Andrade – Poesia


Para o sexo a expirar
Carlos Drummond de Andrade

Para o sexo a expirar, eu me volto, expirante.
Raiz de minha vida, em ti me enredo e afundo.
Amor, amor, amor – o braseiro radiante
que me dá, pelo orgasmo, a explicação do mundo.

Pobre carne senil, vibrando insatisfeita,
a minha se rebela ante a morte anunciada.
Quero sempre invadir essa vereda estreita
onde o gozo maior me propicia a amada.

Amanhã, nunca mais. Hoje mesmo, quem sabe?
enregela-se o nervo, esvai-se-me o prazer
antes que, deliciosa, a exploração acabe.

Pois que o espasmo coroe o instante do meu termo,
e assim possa eu partir, em plenitude o ser,
de sêmen aljofrando o irreparável ermo.


Você pode se interessar também sobre: Aila Sampaio – Desisto de ti – Poesia


Postado na categoria: Poesia - Palavras chave:

Leia também:

Isidore Ducasse Lautréamont - Poesia
Isidore Ducasse Lautréamont - Poesia

O preço da imagem Isidore Ducasse Lautréamont Não nos contentamos com a vida que temos em nós. Queremos viver na ideia dos outros Uma vida imaginária. Esforçamo-nos por parecer tais...

November 24, 2018, 10:00 am
David Mourão-Ferreira - Versos na tarde - 22/08/2018
David Mourão-Ferreira - Versos na tarde - 22/08/2018

Secreta viagem David Mourão-Ferreira No barco sem ninguém, anónimo e vazio, ficámos nós os dois, parados, de mão dada… Como podemos só dois governar um navio? Melhor é desistir e não...

August 22, 2018, 9:00 pm
Shakespeare - Soneto
Shakespeare - Soneto

Soneto CV William Shakespeare Não se diga, do amor que tenho, idolatria, Nem o amado qual ídolo se represente; Minhas preces, canções, nada disso haveria, Porém, não fosse ele, ele...

November 25, 2018, 7:15 pm
Thiago de Mello - Poesia
Thiago de Mello - Poesia

Notícia da manhã Thiago de Mello¹ Eu sei que todos a viram e jamais a esquecerão. Mas é possível que alguém, dentro de noite. estivesse profundamente dormindo. E aos dormidos...

September 1, 2018, 9:00 pm
Alexandre Bonafium - Tempo de silêncio
Alexandre Bonafium - Tempo de silêncio

Poesia - Com toda a paciência a hora amadureceu

June 14, 2019, 7:38 pm
Lya Luft - Frase do dia - 23/05/2018
Lya Luft - Frase do dia - 23/05/2018

“Não dês valor maior ao meu silêncio; E se leres recados numa folha branca, Não creias também: é preciso encostar Teus lábios nos meus para ouvir.” Lya Luft

May 23, 2018, 9:45 am